ABRIL 2013
DEPRESSÃO PÓS-PARTO
Dra. Helena Leal e Dra. Marisa Alexandre
Psicólogas Clínicas

A gravidez é um processo que corresponde a um período de cerca de 40 semanas, que pressupõe um projeto adaptativo de maternidade, permitindo cognitivamente ensaiar papéis e tarefas maternas, ligar-se afetivamente à criança, iniciar o processo de reestruturação de relações para incluir o novo elemento, incorporar a existência do filho na sua identidade e individualidade, pressupondo a elaboração psicológica de todo este processo gravídico, através fases interligadas. 

No período pós-parto, a mulher tem de adaptar-se a todo um conjunto de mudanças quer a nível psicológico, biológico (diminuição hormonal abrupta), conjugal e familiar. Nesta fase, encontra-se mais vulnerável do ponto de vista psicológico e permeável ao desenvolvimento de perturbações de humor e de ansiedade. 

Um dos fatores de risco para a Depressão Pós-Parto (DPP) é o desfasamento entre o bebé que imaginaram e o bebé real, ocorrendo: quando o bebé não corresponde à imagem estética que idealizaram; prematuridade; complicações de saúde; bebés com um temperamento difícil; perturbações regulatórias (hiper ou hipossensibilidade aos estímulos), etc..

Estudos mais recentes já não colocam a responsabilidade exclusiva na mãe no estabelecimento do processo vinculativo, considerando que a criança é um ser ativo neste processo, sendo o mesmo o resultado de uma interação e sincronia em que pais e filhos afetam a qualidade da relação. O temperamento do bebé tem grande influência na qualidade de relação estabelecida, produzindo efeitos sobre as respostas maternas e sobre o seu desempenho da maternidade. O temperamento difícil, constitui persi um fator de risco, dotado de interações difíceis, produzindo na mãe sentimentos de incompetência, culpabilidade e insucesso. Entre outros fatores de risco, destacam-se: história de doença mental anterior à gestação; sintomas depressivos na gravidez; consumos de substâncias psicoativas; antecedentes obstétricos da mãe (abortos e outros incidentes; gravidez de alto risco); ausência de suporte familiar/monoparentalidade; perdas significativas durante o processo gravídico; pais adolescentes; relações conjugais conturbadas; gravidez não aceite.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão apresenta-se como a quinta causa de morbilidade entre todas as doenças do mundo.

Dentro das perturbações encontradas no puerpério destacam-se por ordem temporal; o blues pós-parto (desequilíbrio emocional, caraterizado por um estado de tristeza, disforia e choro frequente, com caráter transitório e benigno, afetando cerca de 40% a 60% da mulheres); a DPP, e a Psicose Puerperal (perturbação psicopatológica, considerada muito grave, comprometendo o bem-estar da puérpera e a sua relação com o bebé, caraterizada pela presença de sintomatologia psicótica/corte com a realidade e com o bebé).

A DPP é definida por vários autores como sendo uma perturbação do humor que se desenvolve na sequência de um parto, geralmente com início no segundo / terceiro mês do puerpério. Surge pela presença de um episódio depressivo major (ausência de sintomatologia psicótica). A sua manifestação poderá envolver inúmeros sintomas, quer de ordem física (fadiga, cefaleias, falta de apetite), quer psicológica (labilidade emocional/choro fácil, irritabilidade, pensamentos negativos, sentimentos de incapacidade, culpabilidade, medos etc.). Em termos diagnósticos, estes sintomas a serem considerados perturbação, deverão corresponder a uma série de critérios pré-estabelecidos e com reconhecimento mundial (DSM-IV).

De um ponto de vista mais preventivo, deverão ser alvo de atenção todos os sintomas descritos anteriormente, contemplando que alguns deles poderão assumir um caráter transitório e normativo. É de ressalvar, que, todas estas sintomatologias apresentadas, uma vez sendo alvo de intervenção clínica, assumem um prognóstico mais favorável, na maioria dos casos, evitando o desenvolvimento de uma patologia (DPP) e contribuindo para o bom desenvolvimento da criança e bem-estar da família.


 


seara.com
 
2009 - Farm´cia Caniço
Verified by visa
Saphety
Paypal