AGOSTO 2011
GESTAÇÃO E PARTO EM CADELAS
Dr. Paulo Araújo - Médico veterinário
vetfunchal@mail.telepac.pt

A duração aproximada da gestação na cadela é de 63 dias (contados a partir da data da ovulação). No entanto, o longo período de viabilidade dos espermatozóides no interior do útero, que chega a ser perto de uma semana, faz com que o intervalo entre o cruzamento e o parto possa variar entre os 56 e os 70 dias. Durante esta fase, a cadela deve ser alimentada com uma ração de cachorro para assim ter um suplemento adicional de vitaminas e sais minerais, necessários para o correcto desenvolvimento dos fetos. A administração de cálcio só deve ser iniciada após o parto.

Cerca de 65 por cento dos partos ocorrem durante a noite. Entre os sinais clínicos que antecedem o início do parto, os mais importantes são:
  • a lactação (ocorre aproximadamente uma semana antes do parto, no entanto, tem tendência para aparecer mais cedo nas cadelas que já tiveram ninhadas e mais tarde nas cadelas primíparas);
  • libertação do tampão mucoso cervical (ocorre nas 24 horas que antecedem o parto e deve-se à dilatação do cérvix uterino);
  • perda de apetite (normalmente 24 a 48 horas antes do parto);
  • abaixamento da temperatura rectal da cadela (este é o factor mais fácil de verificar e fidedigno, pois 12 a 24 horas antes do inicio do parto, a temperatura rectal desce aproximadamente um grau relativamente à média da temperatura nos dias anteriores).
É de grande importância que se proporcione um ambiente de grande tranquilidade à cadela, pois assim estamos a contribuir de uma forma eficaz para a redução da sua ansiedade, que é uma poderosa inibidora das contracções uterinas.

A duração do parto é muito variável, pois temos que ter em consideração várias condicionantes, como sejam a raça, tamanho da ninhada e se é a primeira parição da cadela. Normalmente, o parto tem uma duração média de 4 a 8 horas. O tempo de expulsão de um cachorro é de 20 a 30 minutos (na fase final, este tempo tem tendência a aumentar, devido ao cansaço da cadela e do útero). Se o intervalo entre dois nascimentos for superior a 4 horas, ou se as contracções forem visíveis e não nascer nenhum cachorro, é aconselhável consultar um médico veterinário.

Se à entrada da vulva aparecer uma estrutura de consistência mole e cor esverdeada, trata-se do saco amniótico que envolve o cachorro: se não rebentar durante a primeira hora, deverá consultar o veterinário, pois o cachorro poderá ser muito grande, estar numa posição incorrecta ou as contracções uterinas não estarem a ser suficientemente fortes para a sua expulsão.

Após o nascimento, normalmente as cadelas abrem o saco amniótico, cortam o cordão umbilical, comem as placentas (não deve ser permitido que a cadela ingira mais de duas placentas, pois poderá desenvolver uma diarreia, que por vezes é de difícil resolução) e lambem o cachorro. Caso a cadela não efectue estas manobras, deveremos ser nós a abrir o saco amniótico, a fim de evitar a aspiração do liquido amniótico para o pulmão, esfregar o cachorro com uma toalha turca, colocá-lo de cabeça para baixo, abrir-lhe a boca e abaná-lo ligeiramente para assim saírem eventuais secreções, e cortar o cordão umbilical, tendo o cuidado de fazer uma ligadura prévia junto à parede abdominal. O recém-nascido deve ser colocado junto à mãe, para que assim possa, o quanto antes, começar a ingestão do colostro (primeiro leite materno), que é de primordial importância para a sua protecção, pois este leite é rico em anticorpos maternos, que lhe irão conferir protecção para as principais doenças durante as primeiras quatro a cinco semanas de vida.

Por fim, alguns conselhos para os proprietários que desejem tirar uma criação da sua cadela:

1 - A cadela deve estar vacinada e desparasitada antes da cobrição;
2 - Só deve ser mãe após o ano e meio e nunca após os seis anos de idade;
3 - Evite o cruzamento entre cães que tenham algum grau de parentesco entre eles, a fim de evitar o aumento da probabilidade do nascimento de fetos com anomalias congénitas;
4 - Deve levar a cadela ao macho entre o 9º e o 13º dia do “cio”, visto ser nesta altura que em média ocorre a ovulação (período fértil).


 


seara.com
 
2009 - Farm´cia Caniço
Verified by visa
Saphety
Paypal